Três princípios essenciais para que seus treinamentos obtenham sucesso

 em Cultura Organizacional, Habilidades Profissionais, Inovação, Liderança, Profissões do Futuro

Quando o assunto é desenvolvimento de pessoas e negócios, o setor de Gestão de Pessoas, assim como os gerentes e coordenadores, não podem mais se comportar como se comportavam a anos atrás. Atualmente o mercado exige que o desenvolvimento de pessoas, equipes e negócios tenha um olhar aguçado para o futuro, pois é papel desses profissionais prepararem as pessoas para receberem com normalidade as mudanças as quais o negócio está exposto – de modo flexível e dinâmico.

A capacidade de escalar o desenvolvimento de pessoas unindo a educação com a estratégia de negócio, de maneira eficiente e eficaz, aumenta a capacidade de uma organização de executar rapidamente sua estratégia e atingir seus objetivos. Alguns dos maiores benefícios dessa união é a possibilidade de acelerar a inovação, desenvolver a agilidade do mercado e gerar receita. Fazer isso bem otimizará o retorno de uma iniciativa de desenvolvimento de pessoas. É maior do que apenas outra iniciativa de Recursos Humanos ou Aprendizado e Desenvolvimento, mas requer o envolvimento de líderes de negócios em toda a organização para que os efeitos sejam transformadores. A chave do dimensionamento é planejar uma estratégia desde o início. Uma vez instalado, é imperativo ter os processos e o talento certo para apoiar a iniciativa.

Programas de desenvolvimento para apoiar a execução de estratégias organizacionais estão apoiados em três princípios:

  1. Planejamento efetivo: a estratégia de desenvolvimento, inegavelmente deve estar em primeiro lugar quando o assunto é unir educação e estratégia de negócio. As organizações não vão ao mercado sem uma estratégia de vendas ou operações. Da mesma forma, deve haver hesitação em ir ao mercado sem uma estratégia de desenvolvimento de pessoas.
  2. Layout: os planejamentos não podem, em hipótese alguma, ser genéricos, é essencial que haja o aprendizado certo para o nível certo. A organização deve ter clareza sobre as diferentes, necessidades e investimentos em diferentes níveis. Apenas a implementação de programas de treinamento não é suficiente. Crie a arquitetura certa – um conjunto de soluções que fortaleçam a iniciativa – para apoiar os objetivos de aprendizado e desenvolvimento.
  3. Execução: Pessoas certas para executar é o que faz que o planejamento e o layout tenham êxito. Nem tudo da para fazer dentro de casa, mas também não é tudo que se pode terceirizar, por isso, criar um programa que permita a integração de ações – internas e externas – em prol de um objetivo comum é o que traz um maior grau de confiança ao longo do caminho. Escolher uma empresa ou consultor que entenda as dores e em parceria com você conduzirá o processo é um verdadeiro fator crítico de sucesso, pois ao escolhe-la e envolve-la com a equipe interna, a sinergia e sintonia está criada, ambos passarão a defender a iniciativa, que pode envolver o desenvolvimento de milhares de pessoas em um curto espaço de tempo.

Unir e escalar o desenvolvimento de pessoas com a estratégia de negócio é a melhor maneira de criar novos recursos em toda a organização em um curto período de tempo. Se você deseja fazer parte de uma iniciativa de transformação, aprecie totalmente o esforço necessário para que isso aconteça e entenda que isso requer mudanças na maneira como você tradicionalmente aborda os esforços de desenvolvimento. Sim, é complexo, mas pensar nesses princípios-chave o ajudará a alcançar mais rapidamente os resultados comerciais concretos que você está tentando oferecer.

Quer ajuda? Conheça o ON Leadership Culture, nosso programa de princípios e valores estratégicos para que objetivos organizacionais sejam alcançados.

 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Contato

Entre em contato

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar