O Fit de Gestão Essencial para excelentes líderes

 em Cultura Organizacional, Dicas para melhorar minha empresa, Habilidades Profissionais, Liderança

A busca incessante da liderança pelo equilíbrio entre a gestão do negócio e das pessoas está no FIT perfeito com a cultura organizacional.

Quão eficiente são os líderes na execução das estratégias? 

Qual o ambiente de ações da sua liderança? 

Na busca incessante pela eficácia da estratégia de negócios, a cultura supera a estratégia toda vez. O pai da administração moderna Peter Drucker reforçou certa vez que:

“A cultura devora a estratégia no café da manhã”.

É papel dos líderes entender a cultura (ambiente) e reconhecer sua responsabilidade ao criá-la ou modificá-la para atingir os resultados da estratégia. Em liderança todo o trabalho tem a ver com e através de outras pessoas para alcançar objetivos organizacionais. E a palavra-chave é “outros”, é tudo sobre eles, não sobre eu. 

A cultura que envolve as lideranças de uma organização é como se fosse um horizonte de navegação que reforça os pensamentos, crenças, práticas, processos e comportamentos ou, revela “como as coisas são feitas por aqui”. O ambiente cultural da organização expressa como as pessoas interagem, tomam decisões e influenciam os demais. Os resultados organizacionais são resultados dessas interações conexas de mindset, padrões e ações. É um processo contínuo, onde crenças conscientes e inconscientes dos líderes impulsionam pensamentos, decisões, comportamentos e, comportamentos repetidos tornam-se práticas de liderança. Eventualmente, essas práticas se tornam o alinhamento da cultura de liderança, que por sua vez, dissemina esses parâmetros a suas equipes e fortalece a cultura – para o bem ou para o mal. 

De maneira geral, existem três ambientes que podem ser cultivados pelo time de líderes:

  • Ambiente de cultura dependente – As culturas de liderança dependentes operam com a crença de que as pessoas em autoridade são responsáveis pela liderança e por ditar como as coisas devem ser feitas.
  • Ambientes de cultura independente – As culturas de liderança independentes operam com a crença de que a liderança surge da experiência individual e da ação heroica, uma espécie de ato isolado que nem sempre gera o impacto necessário.
  • Ambientes de cultura interdependente – As culturas de liderança interdependentes operam com a crença de que a liderança é uma atividade coletiva em benefício da organização como um todo – é um processo de ”desverticalização”.

 Nesse momento você deve estar se perguntando ou pensando:

  1. Como identificar qual o tipo de ambiente cultivado pelo time de lideranças na sua empresa?
  2. Esse ambiente está alinhado a estratégia da minha organização?
  3. Essa cultura é a cultura que nos permitirá alcançar os novos resultados desejados e oportunizados pelo mercado?

A maneira mais comum de identificar qual o ambiente está sendo cultivado por suas lideranças é avaliar como eles criam uma direção compartilhada, alinhando os processos de trabalho e mantendo o compromisso. 

Utilizar a matriz referencial DAC – Direção, Alinhamento e Compromisso – pode ser o primeiro passo para identificar essa lógica de ambiente cultural:

DIREÇÃO ALINHAMENTO COMPROMISSO
CULTURA INTERDEPENDENTE É baseada na exploração compartilhada e do surgimento de novas perspectivas.  Acontece através do ajuste contínuo entre as pessoas responsáveis pelos resultados. Criado pelo engajamento de uma comunidade em desenvolvimento.
CULTURA INDEPENDENTE É baseado no resultado da discussão, influência mútua e compromisso. Acontece através da negociação entre pessoas auto-responsáveis.  Criado através da evolução de benefícios para si mesmo enquanto beneficia a comunidade maior. 
CULTURA DEPENDENTE É baseado na concordância.  Acontece através da aceitação hierárquica.   Criado pela lealdade a autoridade ou a própria comunidade. 

Fonte: Adaptado de CCL 2019 

Ao se ter clareza do ambiente cultivado, é necessário se perguntar:

  • Até que ponto a cultura tem um impacto positivo ou negativo no desempenho? 
  • Nossa cultura de liderança está nos ajudando a alcançar as estratégias de negócios que estabelecemos?

 Se a estratégia de negócios e a cultura de liderança estão em desacordo, os líderes precisam levar a sério a mudança de si mesmos – para que possam mudar a cultura; criar direção, alinhamento e comprometimento e, com o tempo, impulsionar o desempenho e atender aos objetivos estratégicos da organização.

Então, como diria Peter Drucker – A cultura devora a estratégia no café da manhã. Podemos também ter o entendimento de que se a liderança não for engajada na cultura da organização – por possuir um papel estratégico e uma comunicação multidirecional – se a estratégia vencer o café da manhã é quase que certeza que a cultura a devora no almoço ou no jantar, uma coisa é certa, se quem gera resultados são as pessoas e as pessoas são moldadas pela cultura da empresa, ter atenção ao modelo de comportamento das lideranças garante ou não a efetividade estratégica.

 

Postagens Recomendadas
Contato

Entre em contato

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar