Sem esses 12 princípios, seu treinamento corporativo não vai funcionar

 em Cultura Organizacional, Liderança

O QUE FAZ COM QUE SEU TREINAMENTO OU PROGRAMA TENHA SUCESSO?

Desenvolver programas para transformar pessoas, adquirir novos resultados e mudar culturas organizacionais pode até parecer simples, mas no final o que mais se questiona é: Por que não funcionou? Por que o resultado não veio?

Por isso, listamos abaixo os 12 pontos de maior atenção ao pensar em estruturar um programa de desenvolvimento em sua organização.

  1. Seja proposital – Estabeleça objetivos claros e defina como essas metas se ajustam ao total de esforços do desenvolvimento necessário.
  2. Seja estratégico – O programa deve se encaixar nos planos competitivos da empresa, assim como com as estratégias de recursos humanos. Identificar o estilo de cultura predominante e a desejada também é um fator de sucesso.
  3. Engaje os líderes – Estabeleça papéis para os Diretores, CEOs e Gerentes, isso é essencial para o bom desempenho do programa.
  4. Considere os números – Mapeie como a demografia da empresa mudará nos próximos cinco anos – quem vai se aposentar e quem vai preencher esses papéis – isso condicionará uma ação estratégica.  
  5. Aprenda com o passado – Identifique quais experiências as pessoas tiveram antes, o que funcionou e o que não funcionou. Essas práticas são parte integrante do programa, afinal, sempre existiram ações de desenvolvimento na empresa. O fator mais importante aqui é identificar como esta experiência poderá ser diferente das anteriores.
  6. Seja ousado – Utilize os colaboradores sêniores da empresa para compor o quadro de apoio no programa, convide-os para serem mentores e criarem vantagens competitivas.
  7. Seleção proposital – Defina pessoas estratégicas e influenciadoras para serem o público alvo do programa. Considere, se possível, segmentar o programa.  
  8. Prover suporte – Defina mecanismos de apoio aos parceiros mentores e também que recursos você pode aproveitar para ajudar nos processos.
  9. Considere os benefícios – Considere o que é mais importante para os participantes e parceiros do programa. Considerar as necessidades específicas dos parceiros mentores, RH e líderes de negócios, serve como parâmetro de definição do escopo.
  10. Mensure e compartilhe – Identifique o que é mais importante para a organização e para os participantes. Divulgar qualquer vitória antecipada para ganhar ímpeto agrega valor ao programa.
  11. Ajustar rapidamente – O que está funcionando? Como você pode melhorar?
  12. Comunique – busque demonstrar para todos da empresa o que está sendo feito e qual o resultado para todos os colaboradores.

Pratique esses pontos e compartilhe conosco o feedback da experiência e quais foram os resultados.

Postagens Recomendadas
Contato

Entre em contato

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar