Essas são as 06 competências de Liderança mais desafiadoras do mercado

 em Cultura Organizacional, Habilidades Profissionais, Liderança

Líderes são os responsáveis por criar as condições operacionais, táticas e estratégias para que as organizações se desenvolvam e busquem novos resultados no mercado, são eles que promovem ou bloqueiam as mudanças necessárias para que a eficácia e a eficiência sejam destaques na gestão organizacional.

Para um gestor de desenvolvimento de pessoas que é responsável por pensar em programas de capacitação dessas lideranças, o principal desafio de desenvolvimento desse grupo de pessoas está relacionado a saber quais são as habilidades necessárias de serem desenvolvidas e como trabalhar de maneira proativa ao mercado.

Para pode ter maior dimensão e ser assertivo, é comum se fazer três perguntas:

1.    O que é mais desafiador para esse grupo? 

2.    Os desafios estão vinculados a eficiência interna ou de eficácia de mercado?

3.    Qual o resultado ideal para que a estratégia seja cumprida?

Perguntas como essas proporcionam respostas que se bem interpretadas se transformam em premissas de um programa bem feito e valoriza ainda mais os investimentos realizados de tempo, energia e dinheiro da organização.

Buscando ter maior dimensão e clareza de como se comportam as lideranças de uma organização e de realizar benchmarking sobre as principais habilidades de liderança sendo desenvolvidas no mundo, buscando algumas referências interessantes para contribuir com os desafios de estruturação e foco de um programa de desenvolvimento.

Um estudo feito pela CCL¹ revelou que, de maneira global, apesar das lideranças estarem expostas a contextos e segmentos diferentes, normalmente enfrentam os mesmos desafios em suas organizações e em seus cargos. O estudo revelou seis pontos comuns nas diversas organizações analisadas:

  • Competência 01 – Desenvolver a eficácia gerencial
  • Competência 02 – inspiração de outras pessoas
  • Competência 03 – Desenvolver colaboradores
  • Competência 04 – Liderar uma equipe
  • Competência 05 – Orientar a mudança organizacional 
  • Competência 06 – Gerenciar partes interessadas

Na prática, os gestores de desenvolvimento de pessoas já conhecem a necessidade dessas competências a muito tempo, mas a pesquisa reforça esse ambiente de competências desafiadoras insiste em rodear as organizações e permanecem sendo uma grande barreira para avanços de mercado.  

Cabe então entender por que o desenvolvimento dessas competências ainda são desafios comuns entre as lideranças.

Outra pesquisa revelou que aproximadamente 60% das lideranças da linha de frente dizem “nunca terem recebido treinamento para ocupar a posição”.

Saber que essas competências são desafios comuns atualmente é útil tanto para os líderes e seu autodesenvolvimento, quanto para os gestores responsáveis ​​pelo seu desenvolvimento, pois são condições para que os resultados sejam entregues e apesar de serem competências conhecidas, o óbvio precisa ser relembrado aos líderes.

Entendendo cada competência com mais atenção:

  • Desenvolvimento da eficácia gerencial é o desafio de desenvolver as habilidades relevantes para a posição de liderança, tais como: gestão do tempo, priorização, pensamento estratégico, tomada de decisões e adaptação ao trabalho – para ser mais eficaz no trabalho.
  • Inspiração de pessoas é o desafio de inspirar ou motivar os demais colaboradores para garantir que eles estejam satisfeitos com seus trabalhos e trabalhando de maneira mais inteligente.
  • Desenvolvimento de colaboradores é o desafio de desenvolver as pessoas, fazer acompanhamento – ser um coach, um mentor.
  • Liderança de equipes é o desafio de formar equipes, desenvolver equipes e gerenciar equipes. Desafios específicos incluem como incutir orgulho, como fornecer apoio, como liderar uma grande equipe e o que fazer quando assumir uma nova equipe.
  • Orientação a mudança é o desafio de gerenciar, mobilizar, entender e liderar a mudança. A mudança orientadora inclui saber como mitigar as consequências, superar a resistência à mudança e lidar com as reações dos funcionários à mudança.
  • Gerenciamento de parceiros internos é o desafio de gerenciar relacionamentos, política e imagem. Esse desafio inclui obter suporte gerencial, administrar e obter adesão de outros departamentos, grupos ou indivíduos.

 

Diante dessas informações preciosas a principal questão a ser refletida é: como criar um ambiente propício para enfrentar esses desafios de competências?

Para ter acesso a um plano de desenvolvimento dessas competências acesse o link: 04 estratégias de gestão para exercer uma liderança ativa.

Postagens Recomendadas
Contato

Entre em contato

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar